terça-feira, 27 de maio de 2014

Mais um motivo para visitar...



Feira Medieval evoca D. Afonso Henriques e as lendárias Cortes de Lamego

Ao longo de três dias e três noites, a nobreza, os mestres de ofício e os servos da gleba vão “assentar arraiais” na zona envolvente da Praça do Comércio para fazerem a recriação histórica dos tempos de D. Afonso Henriques e das lendárias Cortes de Lamego. A Feira Medieval de Lamego regressa às ruas e ruelas da zona alta da cidade, num ambiente efervescente e repleto de animação, onde dezenas de artesãos, mercadores, artífices e místicos serão responsáveis pela recriação do comércio e das artes e dos ofícios medievais. Na edição deste ano, haverá pela primeira vez a realização de atividades lúdicas especialmente preparadas para as crianças numa verdadeira “Caça ao Tesouro Medieval” e um desfile infantil das antigas Cortes.
Fiel ao espírito e à época, o evento quer cumprir duas missões essenciais: fazer a pedagogia dos usos e costumes medievos e apresentar artesanato nacional e internacional de qualidade. Nesta viagem ao passado, o público poderá vivenciar, de 6 a 8 de junho, vários episódios de época, enquadrados na moldura de um mercado. Não faltarão, por isso, mercadores e artesãos que vão desenvolver atividades de comércio, “bailias e folguedos com músicos”, para além de “jogos de destreza e perícia”. Para quem pretender retemperar forças durante a folia haverá “cousas de comer e beber e outras para folgar”.
Com a concretização deste evento, a Câmara Municipal de Lamego quer, entre outros objetivos, inverter a desertificação populacional do bairro do Castelo, aumentar a sua atratividade para os turistas e dinamizar a atividade económica do comércio tradicional.
Recorde-se que para além da valorização do espaço público, através da requalificação de todas as ruas e travessas, já entraram em funcionamento novos equipamentos dentro das suas muralhas: a antiga Cisterna de Lamego abriu como centro de exposições e o Castelo de Lamego é um novo espaço museológico, enquanto que a remodelação e adaptação da antiga Padaria O Cantinho deu lugar à nova sede dos Escoteiros do Grupo 49 e o Centro de Atividades Ocupacionais nasceu da requalificação de uma casa próxima desta fortificação. A juntar a isto, estão em fase de conclusão as intervenções que vão dar lugar ao Centro de Design e Estudos da Prata, ao Centro de Artesanato, das Artes e dos Ofícios Tradicionais e ao Centro de Acolhimento de Artistas que prometem potenciar a componente turística e comercial do bairro do Castelo.

veja programa em https://www.facebook.com/events/247686068770205/permalink/250222981849847/


1 comentário: