sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Rumo

Pacotinho de Açúcar 11

A minha cidade era-me confortável, conhecia-lhe todos os recantos. Só saia pra sul, onde os meus avós esperavam de braços abertos e sorriso terno. Mas a vida mudou. fui viver no norte, numa cidade estranha. A principio estranhei, mas hoje pertenço aqui, assim como pertenço a casa dos meus pais ou a terra dos meus avós. Somos de onde vivemos.

Fernando Guerreiro (vencedor do passatempo Sical)

1 comentário: