domingo, 16 de setembro de 2012

"Eu é cara-metade, mim sou inteira..." RL

 

mais UMa vez para dizer que não devemos depender de ninguem. nem do amor... porque esse também doi também falha também acaba e ai ficamos com o que... como nós mesmas, a equipa do EU como ouvi ontem num dos filmes da tarde, e é bem verdade, temos de ser inteiros e nao esperar que nos completem, mas que acrescentem, porque o que somos ja nasce connosco.
"Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais rápido." ´
Martha Medeiros

Sem comentários:

Enviar um comentário