quarta-feira, 2 de maio de 2012

Melhor lugar do mundo? meu palpite: dentro do teu abraço

Porque faz falta, porque me apetecia agora, e porque gostei do poema...

De repente deu vontade de um abraço.
Uma vontade de entrelaço, de proximidade…
de amizade, sei lá…

Talvez um aconchego que enfatize a vida
e amenize as dores…
Que fale sobre os amores,
que seja teimoso e ao mesmo tempo forte.

Deu vontade de poder rever
saudade de um abraço.
Um abraço que eternize o tempo
e preencha todo espaço
mas que faça lembrar do carinho,
que surge devagarzinho
da magia da união dos corpos,
das auras, sei lá…

Lembrar do calor das mãos
acariciando as costas a dizer… “estou aqui.”
Lembrar do trançar dos braços envolventes
e seguros afirmando “estou com você”…
Lembrar da transfusão de forças
com a suavidade do momento… sei lá…
abraço… abraço… abraço…
abraço… abraço… abraço…
abraço… abraço… abraço…

O que importa é a magia deste abraço!
A fusão de energia que harmoniza,
integra tudo, e que se traduz
no cosmo, no tempo e no espaço.
Só sei que agora deu vontade desse abraço!!
Que afaste toda e qualquer angústia.
Que desperte a lágrima da alegria,
e acalme o coração…
Que traduza a amizade,
o amor e a emoção.
E para um abraço assim
só pude pensar em você…
nessa sua energia,
nessa sua sensibilidade
que sabe entender o por quê…
dessa vontade desse abraço.

Vinicius de Moraes

Sem comentários:

Enviar um comentário