terça-feira, 1 de maio de 2012

Sobrevivo

by Carocha
Vivendo, aqui, ali, agora e hoje,
seguindo sem saber qual o caminhos, a meta...
perdida em pensamentos, ilusoes
que encontro num poço sem fundo chamado mente.
Queria puder falar, dizer tudo o que tenho vontade
para assim puder ser livre...
Deixar o passado que trago preso em mim;
seria tao facil se pudesse fazer um RESET, como se nada se tivesse passado.
Sei que n é possivel e tenho de continuar, crescer guardando tudo o que é bom de guardar numa caixinha fechada para sempre.
Tenho de fazer algo por mim e para mim.
Viver a vida com intensidade e se,m arrependimento.
Dia a dia, passo a passo até chegar ao fim;
sem que este fim signifique a morte ou a perda porque as memorias sao eternas, mas n devem assombrar o nosso presente e futuro, n devem ser lembradas mas nunca sao esquecidas.
Permanecem inatas até que tu fales, me chames amiga, me digas olá tudo bem e essa caixinha seja de novo aberta e depois de novo fechada até que numa proxima vez tudo se repita.
Sem que consiga fechar para sempre essa caixinha.
Fica sempre entreaberta numa espera sem razao e que n leva a nada.
Porque afinal só eu faço parte da minha vida, do meu caminho.
Triste, alegre, chorando, rindo, sofrendo, mas vivendo,
esperando um amanhã diferente em que vou mudar e fazer tudo o que queria fazer sem pensar no que aconteceu...

Sem comentários:

Enviar um comentário